sábado, 23 de outubro de 2010

Presente de amigos


O autor e conferencista Leo Buscaglia certa ocasião falou de um concurso em que tinha sido convidado como jurado.
O objetivo era escolher a criança mais cuidadosa.

Eis alguns dos vencedores:


1. Um garoto de 4 anos tinha um vizinho idoso ao lado, cuja esposa havia falecido recentemente.
Ao vê-lo chorar, o menino foi para o quintal dele, e simplesmente sentou-se em seu colo.
Quando a mãe perguntou a ele o que havia dito ao velhinho, ele respondeu:
- Nada. Só o ajudei a chorar.

2. Os alunos da professora de primeira série Debbie Moon estavam examinando uma foto de família.
Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada.
Logo uma menina falou:
- Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.
Logo outro aluno perguntou-lhe:
- O que significa "ser adotado"?
- Significa - disse a menina - que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga!

3. Sempre que estou decepcionado com meu lugar na vida, eu paro e penso no pequeno Jamie Scott.
Jamie estava disputando um papel na peça da escola. Sua mãe me disse que tinha procurado preparar seu coração, mas ela temia que ele não fosse escolhido.
No dia em que os papéis foram escolhidos, eu fui com ela para buscá-lo na escola. Jamie correu para a mãe, com os olhos brilhando de orgulho e emoção:
- Adivinha o quê, mãe!
E disse aquelas palavras que continuariam a ser uma lição para mim:
- Eu fui escolhido para bater palmas e espalhar a alegria!

A vida é curta, quebre regras ,perdoe rapidamente, beije lentamente, ame de verdade e nunca pare de sorrir ,por mais estranho que seja o motivo.
E lembre-se q não há prazer sem riscos .A vida pode não ser a festa que esperávamos , mas uma vez q estamos aqui , temos q CO-ME-MO-RAR!!!!!!!
Mais que existir ,VI-VA!!!
Um fds pleno de vida pra vc!Bjos,Rê.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010


Sabe, to bem, e tão ocupada comigo, que só tenho tempo prá ocupar com pessoas que também caminham acreditando num mundo amável e solidário à todos.

domingo, 17 de outubro de 2010

"Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d'água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!"
Carlos Drummond de Andrade


"Não importa o que fizeram de mim, o que importa é o que eu faço com o que fizeram de mim."(Jean Paul Sartre)

domingo, 10 de outubro de 2010

Oi amigos!!
Bom dia, lindo Domingo, ótima semana, ...
Sinto por estar ficando um pouco menos com vocês (só na NET pois no coração estão sempre comigo), mas meu trabalho também é importante e está ocupando bastante meu tempo.Fico feliz quando posso vir aqui e abraçar vocês, então sintam-se abraçados e peço que o anjinho da guarda fique "24 horas de plantão" olhando por nós.E "vamo que vamo" rsrs, que a vida tá aí, sorrindo prá nós!!

sábado, 9 de outubro de 2010

Prá você, que me acha sem importância

... Um belo dia, algo acontece. A pequena largata descobre coisas estranhas ocorrendo dentro de si. Por algum motivo, a velha folha verde não é mais suficiente .Ela começa a ficar insatisfeita: fica melancólica e descontente, porém - e esta é a questão vital - é um descontentamento divino.Ela se sente, portanto, a necessidade de uma vida maior, melhor e interessante . O instinto lhe diz que onde há o verdadeiro desejo tem que haver a realização, porque "onde existe vontade, dá se um jeito".E, então, a coisa maravilhosa acontece. Aos poucos, surge a borboleta , linda , graciosa, dotada de asas - e em vez de ficar rastejando sobre os limites de uma folha, ela se eleva acima da própria floresta - livre, sem restrições, podendo ir aonde quiser, ver o mundo, aquecer-se ao sol, ser, na realidade, o seu Verdadeiro Eu - a coisa livre e maravilhosa que Deus Pretendia que fosse."Will Garcia

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A fé na vida e no homem, a gratidão, o desejo de fazer valer a pena minha passagem por aqui e a determinação em recomeçar (sempre que preciso) moram em mim.

Quem conhece os outros é sabio, quem conhece a si mesmo..é iluminado.(Lao-Tsé)

Sei a idade que tenho, mas sou feliz em conservar a alegria das coisas simples e inocentes.
Quem disse que prá ser adulto precisa perder a tenura, parar de brincar na chuva, de escrever em blog, deixar de ver desenhos nas nuvens...?
Ser adulto, prá mim, é ter coragem suficiente para viver de acordo com as coisas em que acredito.