quinta-feira, 28 de abril de 2011

Você sabia?



...e ainda tem bastante gente por aí acreditando nessa (e em outrassss lendas), acorda gente!!
E eu, o que será que ainda estou deixando de ver?
Meus portais se abrem cada dia mais... e eu sei, se abrem na medida em que me prontifico a ver, na medida em que caminho.(Yone) "Vamo que vamo"!!



"Há muito tempo, os senhores de engenho utilizavam a força escrava para comercializar manga e leite, e preocupados de que os negros consumissem ambos produtos, reduzindo assim seus lucros, divulgaram a informação de que manga com leite fazia mal a saúde. Sabe-se hoje, que isto não passava mais do que uma lenda da nutrição, sendo que esta mistura é saborosa e muito nutritiva."

(Texto entre aspas extraido de Zona Norte São Paulo guia ZN:escrito por Alexander Marcellus em 28.12.2009. Nutricionista especialista de nutrição em saúde e pública, mestrando da USP. Idelizador e criador do Blog Nutrição Para Todos, cujo objetivo é divulgar as informações de alimentações e nutrição de maneira cientifica e didática, nossa missão é democratizar as informações de alimentação e nutrição para promoção de saúde.)

Palíndromo e Tautologia

(Presente do sempre Mestre Humberto Lourenção, grata amigo, te abraço!)

Bem interessante... Aprender sempre é bom... e não é demais...

Palíndromo e Tautologia


VOCÊ SABE O QUE É UM PALÍNDROMO?
Um palíndromo é uma palavra ou um número que se lê da mesma maneira nos dois sentidos, normalmente, da esquerda para a direita e ao contrário.
Exemplos: OVO, OSSO, RADAR. O mesmo se aplica às frases, embora a coincidência seja tanto mais difícil de conseguir quanto maior a frase; é o caso do conhecido:
SOCORRAM-ME, SUBI NO ONIBUS EM MARROCOS.
Diante do interesse pelo assunto (confesse, já leu a frase ao contrário), tomei a liberdade de seleccionar alguns dos melhores palíndromos da língua de Camões...
ANOTARAM A DATA DA MARATONA
ASSIM A AIA IA A MISSA
A DIVA EM ARGEL ALEGRA-ME A VIDA
A DROGA DA GORDA
A MALA NADA NA LAMA
A TORRE DA DERROTA
LUZA ROCELINA, A NAMORADA DO MANUEL, LEU NA MODA DA ROMANA: ANIL É COR AZUL
O CÉU SUECO
O GALO AMA O LAGO
O LOBO AMA O BOLO
O ROMANO ACATA AMORES A DAMAS AMADAS E ROMA ATACA O NAMORO
RIR, O BREVE VERBO RIR
A CARA RAJADA DA JARARACA
SAIRAM O TIO E OITO MARIAS
ZÉ DE LIMA RUA LAURA MIL E DEZ

E já agora

E sabe o que é tautologia?
É o termo usado para definir um dos vícios, e erros, mais comuns de linguagem. Consiste na repetição de uma ideia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido.
O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como pode ver na lista a seguir:
- elo de ligação
- acabamento final
- certeza absoluta
- quantia exacta
- nos dias 8, 9 e 10, inclusive
- juntamente com
- expressamente proibido
- em duas metades iguais
- sintomas indicativos
- há anos atrás
- vereador da cidade
- outra alternativa
- detalhes minuciosos
- a razão é porque
- anexo junto à carta
- de sua livreescolha
- superávit positivo
- todos foram unânimes
- conviver junto
- facto real
- encarar de frente
- multidão de pessoas
- amanhecer o dia
- criação nova
- retornar de novo
- empréstimo temporário
- surpresa inesperada
- escolha opcional
- planejar antecipadamente
- abertura inaugural
- continua a permanecer
- a últimaversão definitiva
- possivelmente poderá ocorrer
- comparecer em pessoa
- gritar bem alto
- propriedade característica
- demasiadamente excessivo
- a seu critério pessoal
- exceder em muito .

Note que todas essas repetições são dispensáveis.
Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não.
Devemos evitar o uso das repetições desnecessárias. Fique atento às expressões que utiliza no seu dia-a-dia.

Gostou?
Reenvie para os amigos amantes da língua portuguesa.
E, assim, se fala em bom português
Prof.. Pasquale Neto

No popular se diz: 'Esse menino não para quieto, parece que tem bicho carpinteiro'
Correto: 'Esse menino não para quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'

Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.'
Enquanto o correto é: ' Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.'

'Cor de burro quando foge.'
O correto é: Corro de burro quando foge!

Outro que no popular todo mundo erra:

'Quem tem boca vai à Roma.'
O correto é:
'Quem tem boca vaia Roma.' (isso mesmo, do verbo vaiar).


Outro que todo mundo diz errado,

'Cuspido e escarrado' - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.
O correto é:
'Esculpido em Carrara.' (Carrara é um tipo de mármore)

Mais um famoso... 'Quem não tem cão, caça com gato.'
O correto é:
'Quem não tem cão, caça como gato... ou seja, sozinho!'


Vai dizer que você falava corretamente algum desses?

terça-feira, 19 de abril de 2011

... presente prá quem já conhece

Eu…

“Não tenho nada a ver com o que é dos outros, seja roupa, gostos, opiniões, não me escalo para histórias que não são minhas, não me envolvo com o que não me envolve, não tomo emprestado nem me empresto, se é caso sério eu me dôo, se é bobagem eu me abstenho, tenho vida própria e suficiente pra lidar, sobra pouco de mim para intromissões no que me é mais ainda estranho do que eu mesma... Nada tenho a ver com não gostar de mim. Me sinto impura, me gosto com pecados, e há muito me perdoei... Meu mundo se resume a palavras que me perfuram, a canções que me comovem, a paixões que já nem me lembro, a perguntas sem respostas, às respostas que não me servem, à constante perseguição do que ainda não sei. Meu mundo se resume ao encontro do que é terra e fogo dentro de mim, onde não me enxergo, mas me sinto..." (Marta Medeiros)
Toques de elegância (Martha Medeiros)

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez, por isso, esteja cada vez mais rara e fora de moda: é a elegância do comportamento…
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples “obrigado” diante de uma gentileza…
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma, nem fotógrafos por perto. É uma elegância desobrigada…
É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam, nas pessoas que escutam mais do que falam…
E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades, normalmente ampliadas no boca a boca…
É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas…
Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores, porque não sentem prazer em humilhar os outros…
É possível detectá-la nas pessoas pontuais. Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte, antes, quem está falando e só depois manda dizer se está ou se não está…
Oferecer flores é sempre elegante. É elegante não ficar espaçoso demais…
É elegante você fazer algo por alguém, e este alguém jamais saber o quanto você teve que se desdobrar para o fazer…
É elegante não mudar seu estilo, apenas para se adaptar ao outro…
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais… É elegante retribuir carinho e solidariedade.. “É elegante o silêncio, diante de uma rejeição…”
Sobrenome, jóias e nariz empinado, não substituem a elegância do gesto…
Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante…
É elegante a gentileza. Atitudes gentis falam mais que mil imagens.
Abrir a porta para alguém, é muito elegante. Dar o lugar para alguém se sentar, é muito elegante…
Sorrir sempre é muito elegante e faz um bem imenso para a alma…
Oferecer ajuda, é muito elegante… Olhar nos olhos ao conversar, é essencialmente elegante…
Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural pela observação, mas tentar imitá-la, é improdutivo…
A saída é desenvolver, em si mesmo, a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que “com amigos”… não tem que ter estas coisas…
Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os desafetos é que não irão desfrutá-la…
Educação enferruja por falta de uso…
E…, um detalhe: não é frescura.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Desconstruir, também é uma forma de construir

Tire o pó se precisar

Não leve a faxina tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever "Eu te amo" sobre os móveis !
Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso "alguém aparecesse para visitar" - mas depois descobri que ninguém passa "por acaso" para visitar- todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!
E agora, se alguém aparecer de repente?
Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém...
... as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida...
Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA ... APROVEITE-A!!!
Tire o pó ... se precisar...
Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta,
assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas?
Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR!
Tire o pó... se precisar...
mas você não terá muito tempo livre...
para beber champanha, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas,
ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!!
Tire o pó... se precisar...
mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve,
as gotas da chuva caindo mansamente....
- Pense bem, este dia não voltará jamais !!
Tire o pó... se precisar....
mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora...
E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó!!!
"Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida."
QUEM MANTÉM “TUDO” ORGANIZADO É PORQUE TEM PREGUIÇA DE PROCURAR AS COISAS!!!
(Desconheco o autor)

Não costumo dizer isso

... se me derrubar, derrube de uma vez, pois se eu me levantar novamente, estarei mais forte ainda.
... antes de ter que ser necessidade, prefiro escolher por vontade

domingo, 17 de abril de 2011



Caminho

Quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, pequenas manifestações do cotidiano enviarão sinais indicando o caminho certo.
Pode ser a palavra de um amigo,um texto lido, uma observação qualquer; mas com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa. (Desconhecço autoria)

sábado, 16 de abril de 2011

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Carpe diem



"Valorize "as coisas" enquanto as possui pois sentir saudade não é motivo suficiente para tê-las de volta" (desconheço autoria)

terça-feira, 12 de abril de 2011



CORRER RISCOS

Rir é correr risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não têm nada e não são nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem.
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.

Somente a pessoa que corre riscos é livre!

Sêneca
(orador romano)

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Vim dar um beijão grandão no coração de vocês!




"O medo de perder tira a vontade de vencer." (desconheço autoria)

O medo pode ser positivo se você o administrar.
O medo não deve fazer nossas escolhas, "desparalize-se" e escolha sempre!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Não troque o "ser" pelo "ter"

Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:


"Crie filhos em vez de herdeiros."
"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."
"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."
"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."
"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."
"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"
"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."
"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."
"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor ( amigo / pai / mãe / filho / filha / namorada / namorado / marido / esposa / irmão / irmã.. etc.) do mundo!"
"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."

E para terminar:

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim, ele saberá o valor das coisas e não o seu preço."
(desconheço autoria)

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Prá você que "me lê", dou meu melhor sorriso.

"Você diz que faz tudo certo, mas que no fim dá errado. Tem certeza ????? Eu acho que deu tudo certo ! ...rs" (Dalton Cortucci)